A Pedra da Gávea

Localizada na cidade do Rio de Janeiro, está talvez a mais intrigante montanha de pedra do Brasil. Com uma altura de quase 900 metros, entre os bairros da Tijuca e São Conrado, está a Pedra da Gávea, que ainda intriga  historiadores e arqueólogos.

Pedra da Gávea

A pedra se assemelha com a face de um gigante, onde existem inscrições que dificilmente seriam moldadas por forças naturais. Ainda não há uma prova de quem as fez ou porquê, e assim como a Pedra do Ingá, essa entra na lista como um dos lugares mais misteriosos do Brasil.

As primeiras pesquisas na região datam da época de D. Pedro I, e só se tornaram constantes em meados do século passado. Muitos acreditam que a Pedra da Gávea seja na verdade um túmulo de um rei fenício e várias escavações tentaram comprovar isso, sem sucesso.

Pedra da Gávea

Alguns anos mais tarde, o Centro de Excursionismo Brasileiro mandou um grupo de exploradores escalar a Pedra da Gávea, e no que parece ser a orelha direita da obra, é na verdade a entrada para uma caverna que vai até o outro lado da pedra.

Do outro lado da rocha, estão localizadas algumas inscrições, que estão relativamente conservadas. Em 1963, esses registros foram traduzidos pelo professor Bernardo A. Silva Ramos.

Inscrições Pedra da Gávea

Foto da inscrição

LAABHTEJBARRIZDABNAISINEOFRUZT

Que lidas ao contrário:

TZUR FOENISIAN BADZIR RAB JETHBAAL

Ou:

TIRO, FENÍCIA, BADEZIR PRIMOGÊNITO DE JETHBAAL

Será que a pedra da Gávea é a cabeça de uma gigante esfinge que guarda uma tumba de um rei fenício? Ou foi simplesmente esculpida pela natureza? Não deixe de comentar!

Lucas Rabello tem 19 anos, mora em São Paulo, é formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, apaixonado por ciência, adora esportes, rock e livros de suspense. É administrador do Mistérios do Mundo (projeto que criou em 2011) e escreve diariamente para o site.

Comentar com o Facebook