10 grandes mistérios não solucionados

Ao longo da história, a humanidade sempre teve um insaciável desejo em descobrir mistérios – e as melhores histórias são aquelas que até hoje, após décadas ou séculos de pesquisa, permanecem intrigando as pessoas. Que segredos alguns códigos ou misteriosas artes podem revelar? Nem mesmo os melhores especialistas do mundo conseguiram desvendar certos enigmas. Nesse artigo, apresentaremos 10 desses grandes mistérios.

Manuscrito Voynich

Manuscrito Voynich

Descoberto em 1912 por Wilfrid M. Voynich, trata-se de um livro com quase 250 páginas escritas em um idioma até hoje totalmente desconhecido. Além de códigos aparentemente indecifráveis, o manuscrito apresenta uma série de desenhos e diagramas, como plantas de espécies não-catalogadas e astros do sistema solar. A autoria do manuscrito também é desconhecida, e datações realizadas com carbono revelam que ele foi escrito por volta do ano de 1500 ou menos. Embora diversas teorias tenham sido elaboradas para explicar sua origem, o manuscrito até hoje é considerado como “o livro mais misterioso do mundo”. Os melhores criptógrafos do mundo tentaram decifrá-lo, sem sucesso. Os desenhos de ervas, plantas sugerem que o livro tenha pertencido a algum alquimista da época. Alguns vão mais longe e afirmam que o livro tenha origem alienígena, sobretudo por causa dos desenhos relacionados à planetas do sistema solar.  Leia o artigo principal sobre o Manuscrito Voynich

Kryptos

Kryptos

Produzida pelo escultor Jim Sanborn, Kryptos está localizada em frente a sede da CIA, em Virgínia (EUA). Três das quatro mensagens já foram decifradas, mas a quarta nem mesmo os melhores especialistas da CIA foram capazes de fazê-la. Seu autor já deu algumas pistas, mas até agora Kryptos permanece sendo um dos grandes mistérios da criptografia.

Quer saber o significado das três mensagens já decifradas? Leia nosso artigo principal sobre o enigma de Kryptos

As cifras de Beale

Beale

Trata-se de um conjunto de três textos criptografados que, segundo indícios, indicam a localização de um dos maiores tesouros do mundo, em ouro, prata e joias. Dos 3 textos, somente um permanece não-decifrado. O autor dos textos é o misterioso Thomas Jefferson Beale, que acabou desaparecendo, deixando os textos com um amigo. Segundo as mensagens já reveladas, o tesouro está enterrado em Bedford County, município da Virgínia. A localização exata supostamente só será conhecida quando o último texto for decifrado, algo que nem mesmo os melhores criptógrafos conseguiram fazer. Leia o artigo principal sobre as cifras de Beale

O disco de Phaistos

O disco de Phaistos

O misterioso disco de Phaistos foi descoberto pelo arqueólogo italiano Luigi Pernier, em 1908 no sítio do palácio de Phaistos, em Minoan. O objeto é composto por barro e possui estranhos símbolos que aparentemente revelam um novo modo não conhecido de hieróglifos. Segundo datações, o objeto foi construído em algum momento do segundo milênio a.C.. Até hoje, o disco permanece sendo um dos grandes mistérios da arqueologia.

Inscrição de Shugborough

Inscrição de Shugborough

Olhando de longe, o Monumento ao Pastor, do século XVIII, localizado em  Staffordshire (Inglaterra), parece uma mera réplica do famoso quadro de  Nicolas Poussin, “Pastores da Arcádia”. Mas quando nos aproximamos da escultura, há uma estranha sequência de letras: DOUOSVAVVM. Esse código permanece indecifrável há mais de 250 anos. Apesar de que a autoria da obra também seja um mistério, alguns especialistas sugerem que o código seja uma pista deixada pela Ordem dos Templários a respeito do paradeiro do Santo Graal.

O caso de Taman Shud

O caso de Taman Shud

Autoridades o consideram como o maior mistério da Austrália. O caso gira em torno de um homem jamais identificado morto de forma misteriosa por alguém não conhecido numa praia australiana, em 1948. Como se não bastasse, havia um pequeno papel guardado em bolso secreto do homem morto com os dizeres “Taman Shud”. A frase em português significa “acabou” ou “acabado”, e é utilizada na última página do livro de poemas “O Rubaiyat”, de Omar Khayyam. Para completar ainda mais o mistério, um exemplar do livro foi encontrado com um código rabiscado, que acredita ser do homem morto. Até hoje o caso continua sem solução. Leia o artigo principal sobre o caso de Taman Shud

O Sinal WOW

O sinal Wow!

Era uma noite dm 1977, Jerry Ehman, funcionário do SETI (Busca por Inteligência Extraterrestre), descobriu a suposta primeira mensagem de origem alienígena. Como fazia todas as noites, ele estava observando ondas de rádio provenientes do espaço, numa ligeira esperança de encontrar algum sinal com características incomuns. E esse sinal veio. Durou exatos 72 segundos. Era alto e proveniente da constelação de Sagitário, mais precisamente de uma estrela denominada Tau Sagittani, localizada à 120 anos-luz de distância. Como forma de manisfestar sua surpresa com o ocorrido, Ehman escreveu WOW na impressão do sinal original, dando nome ao mistério. Desde então, diversas tentativas foram em vão visando localizar a origem do sinal. Leia o artigo principal sobre o Sinal WOW

Cartas do Zodíaco

Cartas do Zodíaco

Trata-se de um conjunto de quatro mensagens criptografadas cuja autoria provavelmente é do famoso assassino zodíaco, o serial killer que assombrou e assassinou moradores de São Francisco nos anos 60 e 70. Uma das três cartas já foi decifrada, mas as outras permanecem um verdadeiro mistério, assim como a identidade do assassino.

O monumento da Georgia

O monumento da Geórgia

Trata-se de uma misteriosa escultura que lembra Stonehenge, erguida em 1979, na Georgia (EUA). Há mensagens escritas em oito idiomas (inglês, espanhol, hebraico, híndi, suaíli, chinês, árabe e russo. Erguidas de acordo com características astronômicas, cada pedra apresenta “10 mandamentos” para a humanidade São eles:

  • Manter a humanidade abaixo de 500 milhões num perpétuo equilíbrio com a natureza;
  • Controlar a reprodução de maneira sábia – aperfeiçoando as condições físicas e a diversidade;
  • Unir a humanidade com um novo idioma vigente;
  • Controlar a paixão – fé – tradição – e todas as coisas com razão moderada;
  • Proteger povos e nações com leis e cortes justas;
  • Permitir que todas as nações regulem-se internamente, resolvendo disputas externas em uma corte mundial;
  • Evitar leis insignificantes e governantes desnecessários;
  • Balancear direitos pessoais com deveres sociais;
  • Valorizar a verdade – beleza – amor procurando a harmonia com o infinito;
  • Não ser um câncer na Terra – Deixar espaço para a natureza.

Rongorongo

Rongorongo

Trata-se de um sistema de curiosos grifos descoberto em vários objetos da Ilha de Páscoa. Alguns acreditam que seja um sistema perdido de escrita, sendo uma das raras invenções independentes da humanidade. As mensagens, que aparentemente são indecifráveis, podem oferecer pistas a respeito da civilização que habitou a ilha. Leia o artigo principal sobre a Ilha de Páscoa

Lucas Rabello tem 19 anos, mora em São Paulo, é formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, apaixonado por ciência, adora esportes, rock e livros de suspense. É administrador do Mistérios do Mundo (projeto que criou em 2011) e escreve diariamente para o site.

Comentar com o Facebook